NotíciasPlanejamento

Como fui aprovada na primeira fase da OAB?

Por 20 de agosto de 2018 Sem comentários

Priscila Fagundes, Aprovada na 1ª Fase da OAB

Olá, eu sou a Priscila, fiz o exame XXVI e fui aprovada na primeira fase da OAB. Veja abaixo como eu consegui ser aprovada no Exame da OAB.

Um dos objetivos dos estudantes de direito é a aprovação do exame da ordem e, para alguns, a 1ª fase é o grande terror.

A 1ª fase contém 80 questões que cobra todas as 17 disciplinas que, em regra, são vistas durante a graduação. Para a aprovação, é necessário o acerto de metade das questões da prova, ou seja, acerto de 40 questões.

Para a 1ª fase, optei em uma metodologia que oferecesse um bom material, que fosse objetivo, de fácil leitura e que focasse no que realmente é cobrado na 1ª fase.

Os benefícios dela são:

  • Simulados que nos mostram o que e como a matéria é cobrada na prova;
  • Gráficos que, a partir dos simulados, mostra a sua evolução;
  • Controle de estudo personalizado: você coloca a disponibilidade de estudo e o sistema retorna mostrando qual disciplina estudar por dia e quanto tempo focar nela;
  • Material objetivo e de fácil compreensão.

Muitas pessoas ficam perdidas e não sabem por onde começar a estudar para o exame, mas a metodologia do sistema te aponta certinho o que estudar através dos simulados que você faz. Esses simulados vão apontar os pontos fracos e fortes, e, por consequência, você irá focar nos pontos que mais possui deficiência. Por exemplo, o meu ponto fraco era direito e processo penal. Foquei nessas disciplinas e meu rendimento no exame da OAB foi de 80%.

AQUI VAI UMA DICA PRECIOSA: não adianta estudar todas as matérias para o exame, por que é muito conteúdo. Recomendo que você estude as matérias mais cobradas (como eu fiz): direito administrativo, constitucional, tributário, penal e processo penal, civil e processo civil, trabalho e processo do trabalho e ética.

Portanto, com o material em mãos foquei em conciliar a leitura do material disponibilizado pelo curso que eu adquiri juntamente com a letra da lei em mãos e resolvi muitas questões.

A metodologia da plataforma me ajudou a verificar as minhas deficiências e a entender o que precisava dar mais atenção na hora de estudar. E deu MUITO CERTO!

Aliás, a resolução de questões foi de grande importância e te digo porque: a FGV mantêm um padrão de questão, geralmente a banca só muda os exemplos dados, mas no geral é sempre a “mesma” matéria e modo cobrado. Por isso que a resolução de questões é importante: você vai realizar a prova já conhecendo como a FGV cobrará todo o conteúdo estudado.

NÃO TEM SEGREDO! Pra você alcançar a aprovação você precisa se dedicar aos estudos e ao final você provará da sensação de que sempre vale a pena estudar.